News e avvenimenti

Lascia la tua terra e vai...

> News e avvenimenti > Brasile e Angola > Lascia la tua terra e vai...

Angola, febbraio 2014

 

 

Il 6 febbraio, Madre Maria Eli e Sr. Amélia,  sono partite in viaggio per Angola in visita alla Diocese di Dundo, la Provincia ha ricevuto la richiesta di aprire una comunità missionaria.

 

Visitare il sito della Provincia NSDR

 

 

Sai da tua terra e vai..."

E como Abraão partimos do Brasil, no dia seis de fevereiro, para uma terra até então desconhecida: “Angola”. Chegamos a Luanda no dia sete às 05h30min. Fomos recebidas com muito carinho pelas Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena. Às 14h30min partimos para Dundo, província de Lunda Norte. Como o caminho era muito longo, fizemos várias paradas: a primeira foi em Malange, na casa das Missionárias Dominicanas do Rosário. Lá jantamos e pernoitamos. No dia seguinte partimos às 05h30min e fizemos o “pequeno almoço” (café da manhã) em Capenda-Camulemba, na casa dos Religiosos Saletinos com Pe. Lucas e o teólogo Luciano. Seguindo fomos almoçar no Arcebispado de Saurimo. Após essa parada Padre Colm, o Missionário Espiritano que nos conduzia, saiu um pouco da rota para nos mostrar a beleza de Golungo Alto, seguindo para o Dundo. La chegamos sob as bênçãos de uma chuva torrencial. Fomos até a casa do Bispo para cumprimentá-lo e seguimos para comunidade das Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena que nos hospedaram nos dias que por lá passamos.

Na manhã seguinte Dom Estanislau Marques Chindecasse, da Congregação dos Missionários do Verbo Divino, nos recebeu em sua casa, com muito carinho. Depois de nos apresentarmos mutuamente, ele falou um pouco do que conhecia sobre o Fundador e a Congregação das FDZ através da leitura de livros e do encontro que teve com Padre Ângelo Mezzari em Roma, do qual brotou a ideia de nos convidar para trabalharmos em sua diocese. Madre Eli então lhe disse: “estamos aqui a sua disposição, o senhor nos indique o lugar que achar necessário para trabalharmos”. Ele propôs a cidade de Capenda-Camulemba para residência das Irmãs. Uma paróquia recém-formada que está sob a coordenação dos Religiosos Saletinos. A proposta de trabalho, é primeira evangelização, catequese,  juventude, valorização da mulher e incentivo aos movimentos. Madre Eli falou também sobre o Carisma do ROGATE e a expansão do mesmo na região. O Bispo acatou com alegria. O sustento das Irmãs virá do trabalho que realizarão na escola.

O Bispo se propôs a construir a casa para as Irmãs no terreno da Diocese. A construção da mesma se dará no prazo de seis ou sete meses. Ele está nos aguardando com muita alegria. E nós nos preparando para missão.
Concluindo nosso tempo de permanência, o bispo nos ofereceu uma passagem de avião para voltar a Luanda. Enquanto estávamos aguardando a chegada do avião ele foi para se despedir e permaneceu conosco um bom tempo, foram também os Padres Ernesto e Mateus. Irmã Joana esteve conosco até a partida do avião.

Como Moisés, nós também somos chamadas a conduzir o povo para terra prometida, uma nova Angola, lugar onde o povo se sentirá liberto e feliz. Para que isto aconteça, será necessário despojamento, muita escuta da Palavra de Deus e o confronto da mesma com a realidade. Ir para aprender e incentivar o povo a caminhar à luz da vontade do Pai. Sendo assim, até lá vamos nos preparando!

 

 

 
Torna alla pagina precedente